Após um mês, Ronaldinho conseguiu pagar a fiança e foi libertado da prisão no Paraguai

O ex-jogador brasileiro irá agora ficar em prisão domiciliária em Asuncion, no Hotel Palma Roga, segundo a AFP.

O jogador foi anteriormente detido, em conjunto com o seu irmão, pela posse de passaportes paraguaios falsos. Estiveram presos durante 32 dias.

A fiança foi de €750 mil para cada um, totalizando a quantia de cerca de €1.5 milhões.

Ronaldinho terá viajado ao Paraguai por convite de um dono de um casino, com o objetivo de ajudar com o treino de futebol e com o lançamento de um livro.